segunda-feira, 16 de abril de 2012

OUTONO

Alguns amigos relataram problemas de visualização dos textos.Como leiga que sou em coisas de internet, fui em busca de respostas e tento agora um novo layout para verificar se o problema está resolvido.
Para aproveitar, rendo-me à nova estação e trago folhas de outono para enfeitar a página. Lembro-me também de uma melodia antiga, cantada por minha irmã: Concerto de outono. Talvez os que me lêem não se recordem dela, por isso trago a letra, bela e singela.
Para concluir, a melodia eterna de Yves Montand: Les feuilles Mortes.
                       
Concerto de Outono
Carlos Galhardo
 
Olhando as folhas mortas
Sopradas pelo vento
Eu sinto o frio da solidão...
Nas nuvens tão escuras
Se espelha meu tormento
Não tem mais luz
Meu pensamento
 
Eu sinto então vibrando
No céu sem claridade
A melodia que me traz a ilusão
Do início de um concerto
Dizendo ao coração
O outono está voltando
Quem amo não...