domingo, 10 de fevereiro de 2013

MEMÓRIA

     O mundo em que vivemos há muito tempo está cheio de lugares nos quais estão presentes imagens que têm a função de trazer alguma coisa à memória. Algumas dessas imagens, como acontece nos cemitérios, nos lembram pessoas que não mais existem. Outras, como nos sacrários ou nos cemitérios de guerra, relacionam a lembrança dos indivíduos à dos grandes eventos ou das grandes tragédias. Outras ainda, como acontece nos monumentos, nos remetem ao passado de nossas histórias, à sua continuidade presumível ou real com o presente. Nos lugares da vida cotidiana, inúmeras imagens nos convidam a comportamentos, nos sugerem coisas, nos exortam aos deveres, nos convidam a fazer, nos impõem proibições, nos solicitam de diversas maneiras.

ROSSI, Paolo. O passado,  a memória , o esquecimento: seis ensaios da  história das idéias. 
Trad. Nilson Moulin. São Paulo: Editora UNESP, 2010





Mãe com filho  morto “Mutter mit toten Sohn”

Käthe Kollwitz
Memorial às vítimas da Guerra e da Tirania
Berlim, 1993.

Seria possível viver sem referências, totalmente ao sabor dos ventos e das marés?


Depois dos temporais
Ivan  Lins e Vitor Martins
Youtube