sábado, 4 de abril de 2015

LEMBRANÇAS DE SEMANA SANTA

Minhas lembranças das Semanas Santas, que vivi em minha infância, são impregnadas de medo e apreensão. Não sei bem por que razão, mas tinha um medo, uma "paura", como dizia minha mãe, desses dias, principalmente da Sexta-feira.
As igrejas, com as imagens cobertas com panos roxos, a procissão à noite e a Verônica com sua voz potente invadindo a nossa alma, enquanto desenrolava a imagem do rosto martirizado do Cristo! 
Eu, pequena, não tinha como dizer que não queria participar de nada disso, afinal, há sessenta anos, as crianças faziam o que os pais mandavam... 
Mas lá estava eu, desviando o olhar do Cristo ensanguentado, daquele que balançava os cachos sob a pesada cruz. Num devaneio maluco, olhava para minhas mãos esperando ver as chagas de Cristo a se manifestarem! 
Devo dizer que as imagens da tortura de Jesus me incomodam ainda. Mas creio que para as crianças de hoje, talvez isso não seja mais tão pavoroso. Crianças que vivem em um mundo em que outras crianças são mortas em tiroteios, em que fanáticos degolam inocentes por não terem a mesma fé, em que casas são invadidas, pessoas são agredidas, nesse mundo Jesus seria apenas um a mais a ser atingido pela violência e pela intolerância...
Espero que meus netos aprendam a amar  Jesus, não apenas como aquele que foi martirizado, como tantos o são hoje em dia, mas sim como aquele que nos ensinou a perdoar, a respeitar e amar o próximo e nos fez acreditar que poderemos ser sempre melhores: mais compreensivos, mais amigos, mais humanos.

Feliz Páscoa! 

Google Imagens
http://paroquiarolim.com.br/portal/semana-santa-misterio-central-de-nossa-fe/