domingo, 27 de setembro de 2009

Contemplando

Há pessoas que passam pela vida e não levantam os olhos para as pequenas maravilhas que a natureza, por si mesma, ou a mão do homem nos oferecem. Contemplá-las é, para alguns que passam, perda de tempo, coisa banal. Para outros, estão invisíveis, não as enxergam, ensimesmados em seus problemas, suas moedas, seu poder.

Entretanto há aqueles, entre os quais me incluo, que reverenciam ao Ser Supremo pela alegria de um entardecer dourado, pelas obras do homem que permanecem indiferentes ao tempo, por todos aqueles momentos vividos em que pudemos ver, admirar...

Maior tesouro é esse, que ninguém ou nada jamais roubará de nós. A alegria do contemplar.


Compartilho esses tesouros, com aqueles que também contemplam, que também admiram, que também agradecem...



Vaticano, estátua de São Pedro.




Florença, Loggia della Signoria, obra de Cellini: Perseu.




Pequena obra prima da natureza. Não há como imitar!