sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Sem palavras

Ontem vi meu irmão chorar
e chorei junto,
sem lágrimas, ao seu lado,
sem nada dizer.

Senti a fragilidade humana
e a pequenez das palavras,
nada a dizer, tanto a sentir...

Hoje vi meu irmão sorrir
e sorri com ele.
Novamente nada foi dito,
a emoção se sente e compartilha
não há palavras para traduzir.