quarta-feira, 12 de abril de 2017

VOLTA A DORMIR , CORAÇÃO!

Quando a realidade parece imersa em calmaria,
em olhos cansados da mesmice,
em rotinas sufocantes 
e aridez profunda e cinzenta...
Eis que, de repente, sem se anunciar, 
o inesperado se apresenta
e o sonho invade a nossa vida.
A entrega é total e o coração,
esse se deixa levar pelo devaneio.
Somos então  felizes, 
sem a lembrança de que, 
a qualquer momento,  
haverá o acordar.
E o despertar desse sonho, 
muitas vezes, doloroso,
fere o coração cansado, sem piedade...

Volta a dormir, coração! 
É preciso sonhar!



Hier encore
Charles Aznavour e Patrick Bruel
Youtube