quinta-feira, 15 de outubro de 2015

O SEMEADOR


No meio do campo ele para

e volve os olhos para o caminho percorrido.
Relembra a terra fértil que lhe foi entregue
ávida de semente e de cuidados.
Recorda o trabalho, preparando o solo,
o depositar da semente,
o carinho, o desvelo,
o despontar dos brotos,
primeira resposta ao seu labor.
As dificuldades que enfrentou,
tempestades e vendavais,
sem desânimo ou desalento,
constante presença
a refazer,
a recomeçar, sempre...

E agora ele se volta para o que o espera:
novos campos, novas terras, novas sementes,
novas dificuldades também...

Mas o ideal é forte
e ele segue sua missão sublime:
fazer crescer a planta,
fazer nascer o broto,
fazer brotar a vida!




Escrevi este texto há anos, por ocasião de uma comemoração do Dia do Professor. Minhas palavras procuram refletir o trabalho desse profissional tão desvalorizado nestes tristes tempos que vivemos.
Minha singela homenagem a todos aqueles que, a despeito de tudo e de todos,  mantêm o ideal de uma educação de qualidade.


Para nosso enlevo, uma bela melodia neste fim de noite. 



Secret Garden "Reflection"
Música de Rolf Lovland
Youtube
O texto "O Semeador" foi postado neste blog em 26/07/2009